Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Fale conosco via Whatsapp: +55 81 993472621

Nei Pandolfo resolve imbróglio com agente de Cabeleira e garante prata da casa no Santa Cruz

O imbróglio recente entre Santa Cruz e o prata da casa, Felipe Cabeleira, foi resolvido. Depois do empresário do atleta, Fábio Braga, afirmar, na última segunda-feira, que o Tricolor não havia renovado o contrato do atleta – diferentemente da declaração do clube – e também declarar que a Cobra Coral teria dívidas com a joia, a divergência foi resolvida. E explicada pelo executivo de futebol do Santa Cruz, Nei Pandolfo, que garantiu a permanência do meia de 18 anos.

O motivo do desentendimento, segundo o dirigente do Tricolor, deu-se em virtude das limitações impostas pelo novo coronavírus. Nei Pandolfo detalhou que, por conta da pandemia, o fechamento temporário da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), órgão responsável pela publicação de trâmites referentes aos contratos de jogadores, prejudicou o registro do contrato firmado com Felipe Cabeleira. E que, por isso, a situação com o prata da casa esteve em aberto.
Vale lembrar que, pelo tempo restante do vínculo com o Santa Cruz, com término em setembro deste ano, Felipe Cabeleira já está livre para o assinar um pré-contrato com qualquer outra agremiação.
“Nós já fizemos contrato com Filipe. Conversei com Fábio Braga, seu empresário, e está tudo acertado entre as partes nesse sentido. O que aconteceu é que a parada, em função da pandemia, causou o fechamento das federações. O contrato foi gerado, mas não conseguiu ser registrado. Nós temos que aguardar a reabertura das federações e confederações, que está começando agora, para fazer a inscrição com o atleta e seu empresário. Tudo está sendo feito e ele segue no elenco profissional. O contrato vai até o fim de 2022”, garantiu Nei Pandolfo.
Na base do Santa Cruz, Filipe Cabeleira foi um dos destaques do time nesta temporada. Disputando a Copa São Paulo de Futebol Júnior, participou da equipe que fez uma boa campanha na competição, ao chegar até a terceira fase do certame. Sob o comando do técnico Itamar Schulle, Felipe Cabeleira ganhou a chance no profissional ao lado de André, João Cardoso, Rockenedy e Felipe Almeida. Disputou três jogos e não marcou gols.

Deixe seu comentário:

Menu

Texto

Por isso não tema, pois estou com você;
não tenha medo, pois sou o seu Deus.
Eu o fortalecerei e o ajudarei;
eu o segurarei
com a minha mão direita vitoriosa.
Isaías 41:10